OFICINA BÁSICA DE ILUMINAÇÃO CÊNICA NA CASA AMARELA

O iluminador cênico Ronaldo Costa ministra oficina básica de iluminação cênica, na semana de 06 a 10 de fevereiro, na Casa Amarela, sede do Coletivo Alfenim. A oficina é direcionada a iluminadores, técnicos, atores e estudantes de teatro. Os interessados devem enviar até 31 de janeiro, breve currículo e carta de intenção ao endereço eletrônico: teatroalfenim@gmail.com Os selecionados serão comunicados por e-mail e a lista dos nomes será divulgada no dia 03 de fevereiro, através da página eletrônica do Coletivo Alfenim.

VAGAS: 20 vagas
INSCRIÇÃO: R$ 50,00
HORÁRIO: segunda a sexta, das 08:00 às 12:00
PERÍODO: 06 a 10 de fevereiro de 2017

Ementa da oficina:

OFICINEIRO: Prof. Ms. Ronaldo Fernando Costa. OFICINA: A iluminação como elemento de linguagem. CARGA HORÁRIA: 20 horas/aula.
DATA: 06/02/2017 a 10/02/2017
LOCAL: Casa Amarela – Sede do Coletivo Alfenim de Teatro – João Pessoa/PB
PÚBLICO ALVO: Iluminadores, Técnicos em Iluminação,  Atores, Diretores, Cenógrafos, Coreográfos e demais agentes envolvidos nas Artes Cênicas.
Nº. DE PARTICIPANTES: 20 alunos.
PEQUENO RELEASE: Esta oficina se volta ao ensino instrumental de iluminação cênica para diversos agentes teatrais que almejem ampliar seu universo de conhecimento sobre a materialização da luz na cena enquanto elemento de linguagem.

OBJETIVOS:

Desenvolver práticas educativas no seguimento profissional de Iluminação Cênica.
Contribuir para o desenvolvimento didático-pedagógico do teatro, sobretudo da área de Iluminação Cênica.
Instrumentalizar agentes cênicos acerca dos aspectos estéticos da materialização da luz na cena enquanto elemento de linguagem
Refletir sobre ações dialógicas no ensino e aprendizagem no campo da Iluminação Cênica

METODOLOGIA:

Metodologicamente os conteúdos do curso serão abordados numa perspectiva problematizadora. Entende-se por abordagem problematizadora a construção de relações entre o conhecimento universalmente  sistematizado  e  as  questões  que  emergem  da realidade do aluno, levando-o a perceber que o conhecimento não é um objeto de contemplação e sim um instrumento de ação e reflexão. A problematização é construída por meio de um diálogo organizado, isto é, a construção de relações entre os objetivos pedagógicos do curso, os interesses e curiosidades dos alunos e o conhecimento universalmente acumulado na área de Cenografia e Tecnologias Cênicas. Neste sentido, as práticas educativas desenvolvida nesse curso de Iluminação Cênica alicerçadas em três em momentos pedagógicos que consideramos articulados, organizados e interpenetrantes, quais sejam:

  1. a) Os estudos das realidades consistem no levantamento das concepções que os alunos possuem acerca do(s) tópico(s) em discussão e cuja síntese pode ser apresentada em forma de questões geradoras.
  1. b) A organização  do  conhecimento  possibilita  a  introdução  de  conhecimentos sistematizados que ampliem a compreensão acerca dos conteúdos estudados.
  2. c) A aplicação do conhecimento pretende retomar as discussões desenvolvidas durante as aulas por meio de materiais elaborados pelos alunos que nos permitem avaliar até que ponto eles conseguiram ampliar suas visões iniciais acerca dos conhecimentos construídos ao longo do curso.

Desta forma, tais momentos pedagogicamente organizados presentes em toda a estrutura educativa do curso nos fez planejar os seguintes procedimentos e atividades didático- pedagógicas:

  • Aulas Teórico-práticas
  • Leitura e discussão de textos.
  • Estudo Iconográfica de fotografias, vídeos e filmes.

CONTEÚDOS:

  • Variáveis da Luz;
  • Teoria da Cor;
  • Estudo perceptivo da luz;
  • Relações entre Luz, Sombra e Projeções na Iluminação Cênica;
  • Equipamentos de Iluminação Cênica;
  • Objetivos do Desenho de luz;
  • Discussão sobre o Processo de Criação em Processos Coletivos e Colaborativos de Trabalho.

FullSizeRender

Deixe uma resposta

Responda para enviar * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

                 
%d blogueiros gostam disto: