COLETIVO ALFENIM PREPARA ENSAIO SOBRE O HUMANITISMO

Agostini_natal

Com patrocínio da Petrobras, o Coletivo de Teatro Alfenim dá prosseguimento ao projeto Figurações Brasileiras com os estudos da obra de Machado de Assis. Em paralelo à realização do Seminário A atualidade de Machado de Assis, realizado em junho, e que contou com a participação de estudiosos do universo machadiano, o Coletivo realizou uma série de ações de caráter formativo com vistas à preparação de seus integrantes para o processo de montagem do novo espetáculo, cujo título provisório é Memórias de um Cão.

A Casa Amarela, sede do Coletivo, abrigou três oficinas internas de capacitação: A primeira, “Oficina de Composição Musical”, aconteceu no mês de maio. Foi ministrada pelos músicos paulistas Walter Garcia e Marília Calderón. Resultaram desse encontro algumas canções que integram a trilha do novo espetáculo. Em julho, o Alfenim recebeu a oficina “Movimento e Percussão Afro”, com a participação do coreógrafo e percussionista Luiz Filho. Encerrando o ciclo de ações formativas, Robson Haderchpek ministrou em agosto a oficina “Biomecânica: a escuta do ator, o jogo e a cena”.

Para marcar a abertura ao público do processo de montagem de seu novo espetáculo, o Alfenim prepara o experimento cênico Ensaio sobre o Humanitismo. O evento acontece em novembro, na cidade de Natal, dentro da programação da 2ª Edição do Festival O Mundo inteiro é um palco, realização do Grupo Clowns de Shakespeare.

Trata-se da reunião em caráter experimental de cenas e canções que compõem a dramaturgia de Memórias de um Cão. Após a apresentação do Ensaio, será realizado um debate com o público sobre as opções de forma e conteúdo da dramaturgia e da encenação. As sugestões e críticas ao experimento deverão ser incorporadas ao processo de montagem, que tem previsão de estreia para o primeiro semestre de 2015.  

Deixe uma resposta

Responda para enviar * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

                 
%d blogueiros gostam disto: