COLETIVO ALFENIM ENCERRA TEMPORADA DO REPERTÓRIO E INICIA PROCESSO DE ESTUDOS PARA NOVA MONTAGEM

foto blog

Com lotação esgotada antecipadamente, o espetáculo Quebra-Quilos encerrou no dia 1º de março a temporada do Repertório do Coletivo Alfenim, em cartaz na Fundação Casa de Cultura Companhia da Terra desde setembro de 2013.  O evento encerra a primeira etapa do Projeto Figurações Brasileiras, com patrocínio de Petrobras.

A temporada do repertório teve início em setembro do ano passado com a estreia de Brevidades, solo de Zezita Matos que narra um dia na vida de Eleusa, uma atriz impossibilitada de exercer seu ofício por ter sido acometida pelo Mal de Alzheirmer. Trata-se de um exercício de metalinguagem que utiliza a doença como metáfora para refletir sobre o apagamento programático da experiência e da memória na sociedade contemporânea.

Em outubro, o Coletivo Alfenim levou ao cartaz O Deus da Fortuna, fábula de coloração chinesa que narra a história de um proprietário de terras obrigado a vender a própria filha para pagar suas dívidas. Embora ambientada numa China longínqua e intemporal, a comédia aborda o atual estágio de volatilização do capital e suas consequências num país periférico como o Brasil.

Em novembro, foi a vez de Milagre Brasileiro, experimento cênico que aborda os anos de chumbo da ditadura militar, sobretudo a partir da decretação do Ato Institucional nº 5, em dezembro de 1968. Através da fricção de materiais como a Antígona, de Sófocles, o Álbum de Família, de Nelson Rodrigues, e depoimentos de familiares e amigos de “desaparecidos”, o espetáculo reflete sobre um dos períodos mais sombrios da história brasileira.

Encerrando a temporada do repertório, o Coletivo estreou em fevereiro de 2014 a remontagem de Quebra-Quilos, espetáculo que trata da revolta popular que varreu o sertão da Paraíba em fins do século XIX. Ocorrida no ocaso do Império, a rebelião guarda semelhanças com a atual onda de protestos que vem chamando a atenção para as contradições de um país que conjuga riqueza material com atraso social.

Em março, o Alfenim abre a segunda etapa do Projeto Figurações Brasileiras, dando início ao processo de estudos da obra de Machado de Assis, com vista à montagem de um novo espetáculo cujo título provisório é Memórias de um Cão.  Além de oficinas de capacitação de seus integrantes o Coletivo prepara um Seminário sobre a atualidade do autor de Quincas Borba, previsto para acontecer no início de maio de 2014.

O Coletivo Alfenim aproveita para agradecer ao público que prestigiou a temporada do Repertório lotando todas as sessões e contribuindo para o êxito de Figurações Brasileiras. Deixamos aqui o convite para que continuem acompanhando nossas atividades.

Deixe uma resposta

Responda para enviar * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

                 
%d blogueiros gostam disto: